Aprendizagens do AMPLIFICA, o programa de capacitação de startups de impacto do Porto

A Área Metropolitana do Porto (AMP), em parceria com a MAZE e a Fundação Calouste Gulbenkian, completou a terceira edição do AMPLIFICA, um programa de capacitação, que acelerou 38 projetos de impacto desde 2017, atuando em várias áreas como: jovens em risco, inclusão de pessoas com deficiência e capacitação de cuidadores informais. Com o programa, aprendemos que o processo de seleção e o envolvimento dos stakeholders são fatores críticos de sucesso, assim como a orientação e apoio contínuo dos mentores.

A AMP, uma instituição pública composta por dezassete municípios da região da cidade do Porto, é um dos parceiros-chave da MAZE desde 2016. Desde o início que há um entendimento por parte da AMP, de que a inovação social é um aspeto vital no desenvolvimento económico regional. A AMP foi uma das primeiras instituições públicas em Portugal a reconhecer a necessidade de capacitação de organizações sociais para promover a inovação social. Esse desafio estratégico levou ao desenvolvimento da AMPLIFICA, um programa de aceleração que tem como target organizações sociais com foco em diversas áreas, como jovens em risco, a inclusão de pessoas com deficiência e a capacitação dos cuidadores informais.

A AMPLIFICA começou com uma abordagem generalista da aceleração. Em 2019, o programa evoluiu para se tornar numa aceleradora de impacto para equipas em estágio inicial que têm como objetivo o desenvolvimento de novos produtos e serviços com base tecnológica. Para alcançar com sucesso este novo público, estabelecemos uma parceria estratégica com a Universidade do Porto, especificamente com a UPIN, um departamento de inovação que gere a propriedade intelectual, atividades de transferência de tecnologia e parcerias corporativas com a universidade.

A terceira edição do programa acelerou 18 empreendedores cheios de talento, focados em produtos e serviços altamente inovadores, como:

  • O Hernâni, do Serious Games for Health, um aplicativo de realidade virtual que melhora a resposta ao tratamento em crianças com cancro;
  • O Pedro e a Joana da Chaperone, uma plataforma de desenvolvimento de carreira para cientistas;
  • A Iva e a Joana, duas químicas que trabalham num instituto de pesquisa e que estão a desenvolver a Umbrella, um protetor solar ecológico e sem tóxicos, feito com resíduos orgânicos da indústria do vinho.

Seis meses após o pitch final, os projetos participantes conseguiram angariar um valor agregado superior a € 500k em investimentos para testar e validar suas soluções. Analisando as três edições, concluímos que os fatores que determinam o sucesso do programa e o desempenho dos projetos foram:

  • Processo de seleção: investir tempo na preparação de um formulário de inscrição rigoroso e ser diligente no processo das entrevistas garante a compatibilidade entre o programa e o projeto e consistência ao longo de toda a cohort;
  • Marca: o rebranding do programa impactou positivamente a qualidade dos projetos inscritos;
  • Orientação contínua: a melhor maneira de ajudar os projetos a superar os seus desafios e progredir de maneira estruturada é reservar tempo para a orientação individual e em grupo, assim como sessões de brainstorming com especialistas;
  • Envolvimento dos stakeholders: o compromisso com os parceiros do programa com os resultados pretendidos é fundamental em todas as etapas do programa, como na divulgação, seleção e captação de recursos.

Ao fim de três edições, sentimos que a AMPLIFICA teve muito sucesso e estamos orgulhosos desta parceria com a AMP. Seguimos curiosos e expectatntes com o futuro das startups participantes, as quais acompanharemos de perto nos próximos meses.

 

 

A AMPLIFICA é uma pré-aceleradora de impacto promovida pela Área Metropolitana do Porto, com o objetivo de promover o ecossistema de inovação social na região. O programa é desenvolvido em parceira com a Fundação Calouste Gulbenkian e é implementado pela MAZE. A AMPLIFICA conta ainda com a presença dos parceiros IES – Social Business School e da UPIN – Universidade do Porto Inovação, que particpam em momentos chave, como workshops e o Hackathon.

A AMPLIFICA surge no seguimento da estratégia de promoção de inovação social da Área Metropolitana do Porto, que tem estado na vanguarda no desenvolvimento de projetos inovadores para acelerar o ecossistema local.

A nossa newsletter mensal é escrita pela Cristina, para si, com amor.
Seja o primeiro a tomar conhecimento das notícias, tendências de impacto e novidades na equipa.