Fumaça é o vencedor do Prémio “MAZE runner” de 2020

Fumaça is the MAZE runner award winner of 2020.

O Fumaça é um projeto de jornalismo de investigação independente, sem fins lucrativos, focado nos direitos humanos.

Todos os anos, no nosso aniversário, distinguimos os esforços incansáveis ​​de um indivíduo ou de um coletivo que contribuem para a resolução de desafios sociais ou ambientais. O prémio “MAZE runner” não pertence a ninguém, é um ritual de passagem de testemunho: o vencedor do ano passado passa o bastão ao novo vencedor, que o mantém por um ano até elegermos o novo em conjunto. No sexto aniversário da MAZE, o André Figueiredo e o Bruno Ferreira, sócios da PLMJ, e vencedores deste prémio em 2019, passaram o bastão à equipa Fumaça, vencedora do prémio este ano.

O Fumaça é um projeto de jornalismo de investigação independente, sem fins lucrativos, focado nos direitos humanos e que trata temas tais como o racismo, direitos de imigração, comunidade LGBTI+, mudanças climáticas e muitas outras. O grupo reconhece publicamente que todas as histórias têm mais do que uma perspetiva e que nenhuma delas é imparcial. O Fumaça é totalmente transparente sobre os seus valores e de como estes moldam as histórias que contam.

O jornalismo independente é uma peça essencial numa democracia saudável, mas neste momento é uma indústria em risco por vários motivos:

  • Os modelos de financiamento do jornalismo são difíceis, muitas vezes levando a más condições de trabalho para os jornalistas e a pressões de financiadores que podem prejudicar a independência;
  • O custo de publicação do conteúdo diminuiu significativamente, o que fez aumentar a quantidade de conteúdo produzido, dificultando assim o discernimento entre informação e ruído;
  • As notícias falsas e os algoritmos das redes sociais exigem que as notícias sejam mais rápidas, alarmistas e mais míopes do que nunca.

O Fumaça está a desafiar esta tendência. Só em 2019, o Fumaça aumentou 5 vezes o número de subscritores, produziu mais de 5 peças de investigação, teve 300 mil ouvintes no seu podcast e recebeu quatro prémios, incluindo o prémio Gazeta, o mais prestigiado do jornalismo português. Conseguiram fazer tudo isto com apenas cinco trabalhadores a tempo inteiro, fornecendo jornalismo de alta qualidade, alimentando um canal aberto de comunicação com a comunidade e iterando diferentes modelos de financiamento. Contra todas as probabilidades, o Fumaça não só sobreviveu como ainda prosperou.

Por todos os motivos descritos em cima, decidimos atribuir o prémio “MAZE Runner” de 2020 à equipa Fumaça. A abordagem do grupo às histórias relaciona-se muito bem com a nossa analogia do labirinto (MAZE): existem muitos caminhos para resolver o mesmo problema ou contar a mesma história; nenhum deles é melhor que o outro, desde que alcancem os resultados desejados. Existem poucos resultados mais nobres que uma democracia forte e em bom funcionamento.

A nossa newsletter mensal é escrita pela Cristina, para si, com amor.
Seja o primeiro a tomar conhecimento das notícias, tendências de impacto e novidades na equipa.